O verdadeiro sentido da páscoa

Como havia dito, essa semana foi trabalhado O Verdadeiro Sentido da Páscoa e aqui vou deixando alguns dos lindos momentos dessas ovelhinhas de Jesus.
Foi uma apresentação linda,onde nosso objetivo era mostrar às crianças que Páscoa significa VIDA NOVA-ESPERANÇA DE VIDA ETERNA!E eu creio que eles entenderam direitinho....
Fiquem aí com alguns cliques:









Ser Professor



É buscar dentro de cada um de nós
forças para prosseguir, mesmo com toda pressão,
toda tensão, toda falta de tempo...
Esse é nosso exercício diário!
Ser professor (a) é se alimentar do conhecimento
e fazer de si mesmo (a) janela aberta para o outro.
Ser professor (a) é formar gerações, propiciar o
questionamento e abrir as portas do saber.
Ser professor (a) é lutar pela transformação...
É formar e transformar,
através das letras, das artes, dos números...
Ser professor (a) é conhecer os limites do outro.
E, ainda assim, acreditar que ele seja capaz...
Ser professor (a) é também reconhecer que
todos os dias são feitos para aprender...
Sempre um pouco mais...
Ser professor (a)
É saber que o sonho é possível...
É sonhar com a sociedade melhor...
Inclusiva...
Onde todos possam ter acesso ao saber...
Ser professor (a) é também reconhecer que somos,
acima de tudo, seres humanos, e que temos licença para rir, chorar,
esbravejar.
Porque assim também ajudamos a pensar e construir o mundo.





Recordando-Semana da Páscoa



Recordando 2013-Dia do Circo


:)

Recordando 2013-Independência do Brasil

Criançada do Infantil V(Tia Denise)

Criançada do Infantil IV(Tia Nancy)

Saudades,tia Nancy!




Dia do Indio


(Nossos indiozinhos do Infantil II)
Nesse mês de Abril comemoramos o Dia do Indio.E o Colégio Machado de Assis proporcinou a reflexão e a  valorização a pluralidade cultural que existe no Brasil. E dentro desse tema tivemos:
-Músicas sobres os índios.
-Registros Através de textos e Desenhos.
-Confecção um de mural .
-Pesquisas.
-Conversas Sobre o tema.
-Confecção de máscaras.
-Pintura no Rosto.
-Desenhos para colorir.
E finalizamos com uma culminância com comidas indígenas.
Nossas indiazinhas.
(Infantil II)
Amadas, ainda tenho muitas fotos para postar,mas infelizmente o blog voltou a dar erro..aff!Amanhã tentarei postar novamente.



Projetinho VOCÊ SABIA?(O verdadeiro sentido da Páscoa)

Público Alvo:
Ensino Infantil

Apresentação:

Através deste projeto podemos , diversificar um tema abrangente, dito comum, porém pouco conhecido do ponto de vista histórico, visando tornar notória na vida do educando o significado da Páscoa cristã no Brasil e em outros países.


Justificativa:

Pretendemos com este projeto(Tia Suely e tia Jany), focar o sentido da Páscoa naquilo que realmente representa do ponto de vista humano, descobrindo assim novos aspectos que não o de exploração comercial, conduzindo desde cedo o educando á descoberta das características morais e sociais presentes de forma tão ampla na trajetória e história de vida de Jesus, porém por muito tempo deixado de lado e/ou substituídas por noções de capitalismo tradicionalista de consumo desenfreado.
Procurando com isso auxiliar o educando em sua formação moral e social que o fará um indivíduo mais humano e consciente de seu papel enquanto sujeito construtor da sociedade.

Objetivo Geral:

Proporcionar à criança uma nova visão da celebração da páscoa, fazendo comparações entre a páscoa comercial e a páscoa cristã, buscando assim propiciar momentos de reflexão e tomada de consciência a fim de que, estando em contato com a cultura e a história, através de atividades individuais e coletivas possam também assimilar e praticar valores como solidariedade, amor e piedade.

Objetivos Específicos:

  • Conhecer o significado da Páscoa e seus símbolos;
  • Vivenciar o sentido da Páscoa;
  • Perceber que é muito bom praticar boas ações e que isso nos faz indivíduos melhores;
  • Ouvir histórias e textos relacionados ao tema;
  • Realizar atividades que proporcionam integração entre o grupo;
  • Dramatizar;
  • Confeccionar lembranças de Páscoa;
  • Cantar músicas referentes ao tema;
  • Realizar pesquisas;
  • Trabalhar com material reciclável;
  • Desenvolver o raciocínio a atenção e a percepção;
  • Desenvolver a imaginação e a criatividade;
  • Desvencilhar o tema Páscoa do sentido comercial;
  • Socializar com o grupo participando ativamente das propostas de atividades em classe e fora dela;
  • Adquirir o hábito de respeito mútuo de forma contínua e rotineira;

Desenvolvimento e Estratégias

1ª Etapa

Professores devem confeccionar enfeites de porta tema cordeiro pascal, bem como cartaz (detalhes, cruz e cordeirinhos) com o tema você sabia.
O cartaz deve ser utilizado diariamente com uma curiosidade sobre a páscoa que será discutida com os alunos e esclarecida através de aula ou roda de conversa (é importante que a curiosidade seja tema da aula do dia).(o cartaz pode ser preenchido com atividades realizadas pela turma).
Professores deverão confeccionar caixinhas com detalhes de Páscoa Cristã onde serão colocados docinhos, pãezinhos ou biscoitinhos ou promover oficina em que as crianças confeccionarão suas caixinhas e guardarão para ao final do projeto trocar em amigo secreto. No dia do amigo secreto disponibilizar mini pãezinhos ou biscoitos caseiros pra que cada aluno encha sua caixa.


2ª Etapa

Cada aluno será responsável por confeccionar 2 cordeirinhos pequenos cobertos com algodão colorido.
Os cordeirinhos terão um carimbo especial usado pela professora para identificar os cordeiros da turma.
Cada professor realizará a atividade Cordeirinho escondido ou haverá um dia em que toda escola estará inserida no processo.

Cordeirinhos Escondidos.

Junta-se os cordeirinhos confeccionados pelos alunos  e esconde-se em locais estratégicos dentro das salas de aula  ou por toda escola.
As crianças em um tempo determinado pelo professor sairão á procura do cordeirinho individualmente ou em grupo.
Cada cordeiro vale 10 pontos.
Após a brincadeira o professor fará a contagem dos cordeiros e somará a fim de encontrar o campeão.
Pode-se estipular número de pontos de cada cordeiro partindo das cores ( azul 20 pontos  amarelo 15 pontos etc ...) desse modo o professor trabalha operações com as turmas adiantadas.

3ª Etapa – Jogos de Sala

Procurando o cacho de uvas.

O professor deve esconder um cacho de uvas de plástico ou cera em um ponto estratégico da sala e pedir que os alunos saiam em busca dele.
Pode se fazer a brincadeira tipo quente e frio...
O aluno que achar o cacho de uvas primeiro e sem fazer bagunça ganha um brinde.

  • Uma outra forma é pedir que os alunos encontrem o cacho de uva, mas apenas avise ao ouvido do professor que o encontrou, sem apontar e em silêncio.
  • A cada dia seria interessante o professor esconder um símbolo da páscoa.
4ª Etapa
Culminância:

Festa Celebração.
Montagem de mesa com os símbolos da Páscoa.
Montagem de uma segunda mesa com frutas pra degustação dos convidados e alunos.
Exposição dos trabalhos realizados pelas turmas.
Apresentação de coreografia montada pelas crianças com a música.
Sugestões de Músicas
Não foi o coelhinho que morreu na Cruz
Entrega de lembrança elaborada pela escola.

Avaliação:

Será realizada de forma contínua através das observações diárias feitas pelo professor, bem como através de realização de atividades individuais e em grupo.


Cronograma : O Projeto terá duração de 4 dias 




Terça-Feira com a turminha do Sitio do Pica Pau Amarelo

A semana do Livro Infantil(Do colégio Machado de Assis) chegou ao fim,mas continuaremos incentivando nossas crianças o valor de uma boa leitura nas nossas vidas.O ato de ler é uma atividade que proporciona ao ser humano o direito de exercer a cidadania, e foi pra cada de um de nós(professores, coordenadores e alunado) uma semana muito prazerosa, onde além dos momentos de dramatizações de historinhas infantis, tivemos, com muita alegria, a presença dos pais de nossos queridos alunos, para assim, prestigiarem nossos "momentos"...Queremos agradecer a todos que contribuíram pra que esse "projetinho" se tornasse real, proveitosa e gratificante.Afinal, temos consciência de que a leitura exerce um papel fundamental na formação pessoal e social dos indivíduos. Ao apropriar-se do mundo da leitura de maneira crítica e consciente de sua importância na transformação social, este indivíduo passa a olhar o mundo de maneira mais objetiva, sendo capaz de ser subjetivo em suas reflexões, posicionando-se diante das mesmas.

Despertar nas crianças o prazer da leitura é contribuir para que elas vislumbrem novos horizontes, e assim, amplie seu conhecimento de mundo. Esta atividade de levar a criança numa viagem pelo mundo da leitura sempre foi uma preocupação de muitos escritores. 
 Em nosso país o dia 18 de abril foi instituído para comemoração do “Dia Nacional Do Livro Infantil”, em homenagem ao escritor Monteiro Lobato, que nos deixou um legado de histórias que encantam gerações. Lobato gostava de escrever para o público infantil, pois tinha a convicção que as crianças sabiam como ninguém, usar a imaginação para adentrarem no universo de suas histórias e conviver com seus maravilhosos personagens. Na verdade, quem lê Lobato consegue vivenciar os ambientes descritos, vestir as roupas da fantasia e contracenar com todos os moradores do Sítio do Pica pau Amarelo.

 Quem não gostaria de pregar uma peça na malvada Cuca?  Ouvir as belas histórias contadas por Dona Benta saboreando os bolinhos de chuva de Tia Nastácia? Participar das caçadas de Pedrinho? Brincar com Narizinho e a sapeca Emília? Tentar capturar o Saci? Beber um cafezinho na casa de tio Barnabé?....
 Por ter consciência que formar leitores é um dos principais objetivos da educação, os profissionais Colégio Machado de Assis desenvolveu no período de 07 a 15 de abril o Projeto de Incentivo à Leitura, onde os alunos tiveram acesso a vários tipos de textos ( Contos de Fadas, Poesias, Receitas, Gibis, Músicas, Parlendas etc.) para que  ampliem o seu universo da leitura.

Nessa terça-feira, 15 de abril, tivemos a participação da turminha do Infantil V, onde apresentaram uma linda coregografia com a canção do Sitio do Pica Pau Amarelo.



Queridos Leitores, tentei postar todas as fotos pra vocês,mas infelizmente a internet não ajudou,por esse motivo, tive que fazer uma simples montagem,pra que eu conseguisse mostrar a vocês, pelo menos, as fotos das "Emilias" e " Viscondes" do Infantil II.
...Quem tiver me adicionado no facebook, poderão conferir todas as fotos(aos poucos!), pois lá tentarei postar todas as fotos,certo?Sei da ansiedade dos papais e mamães pra verem as fotos de seus filhos, então estou indo lá(face) postar, já, algumas...


As mais lindas Emilias:Alice Albuquerque, Carolina, Alice de Jesus,Vallentina, Eduarda e Layara, 


A todos, deixo o beijo da Tia Suely.
:)

"AINDA ACABO FAZENDO LIVROS ONDE NOSSAS CRIANÇAS POSSAM MORAR!"
 Monteiro Lobato







Saboreie a Vida

Não tenha pressa de viver , saboreie a vida
Brinque mais com o seu filho, o Willian Bonner e Fátima Bernardes nem se importam com você
Leve flores para a sua mulher
Dê abraços demorados
Saboreie a vida
Distribua mais sorrisos
Não deixe o seu filho pensar que você não se importa, verbalize
Esqueça as orações de frases feitas e batidas, converse com Deus como quem fala com um amigo, conversas produtivas sem rodeios
Olhe mais para o céu, observe as árvores, ouça mais os sons dos pássaros, vá a praia
Não deixe a correria do dia a dia ti roubar a ternura
Vista a sua melhor roupa
Coloque o seu melhor sorriso
Saboreie a vida
Se os primeiros sonhos não deram em nada, sonhe outros
Quando for preciso dizer não, diga, mas o faça com ternura
Não despreze as pessoas, o futuro é imprevisível. Você poderá precisar muito delas
Quanto tempo faz que você não ouve as batidas do seu próprio coração ?
A violência sempre foi e sempre será a arma dos fracos, reaja com afeto
Tome banho de chuva, ande descalço
Evite noticiários policiais, leia um livro
Proteste as novelas, escreva a sua própria
Quando for preciso chorar, não economize lágrimas
Evite o termo "no meu tempo", o seu tempo é agora afinal você está vivo
Saboreie a vida
Não deixe ela passar em branco
Goste muito de você
Ressentimentos não é legal, a cura é o perdão embora possa levar algum tempo
Os outros podem fazer guerra, fofoca, deixe os, respeite os e siga o seu caminho
Saboreie a vida
Alguns só conseguem ver o mal, o negativo, esses escolheram ser rancorosos, deixe que falem mal, eles querem é deixar a nossa vida amarga igual a deles, ignore os com amor
Saboreie a vida
Algumas pessoas ti amam pelo que você tem, isso chama se negócios
Algumas pessoas ti amam pelo que você é, isso se chama amigos
Sabe qual é o preço de não saborear a vida: doenças
Ria dos seus tombos, nada de drama, ria de si com outros
Não leve nada a ferro e fogo
Relaxe, se deixe ter o sabor de viver
Saboreie a vida

Viva esses dias com amor,

História Cinderela

Era uma vez um senhor viúvo que tinha uma filha a quem amava muito. Ele decidiu casar-se novamente com uma viúva que tinha duas filhas.

O pobre homem morreu, deixando sua filha desolada. No entanto, a madrasta e suas filhas ficaram felizes com a herança. 
As três mulheres invejavam a beleza e a bondade da moça. Então a converteram em sua criada, e a chamavam Cinderela. 

Cinderela lavava, limpava, passava e cozinhava. Porém, mais que tudo chorava, porque ninguém mais gostava dela. Um dia, o arauto do rei convidou todas as jovens do reino para um baile no palácio, pois o príncipe herdeiro queria escolher uma esposa. 
As filhas da madrasta acreditavam que uma delas seria a escolhida, e passaram a tarde provando vestidos. 
A pobre Cinderela também queria ir ao baile, mas as suas irmãs a proibiram. 
Foram ao baile zombando de Cinderela que ficou em casa, muito triste. 

De repente surgiu vinda do céu, uma luz muito forte, que se transformou numa fada. 

_ Cinderela, sou sua fada madrinha, não chores, não quero que vivas triste, se anime pois, esta noite irás ao baile. 
E com sua varinha de condão transformou as pobres roupas da jovem num lindo vestido, e os sapatos viraram sapatinhos de cristal. 

A fada ainda transformou uma abóbora numa carruagem, dois ratinhos em cavalos, e o cachorro de Cinderela no seu cocheiro. 
A jovem ficou encantada com a mágica da fada. 
_ Vá depressa minha menina! - disse a fada. Mas não esqueças que o encanto se romperá à meia noite e tudo voltará a ser como era. 
Cinderela entrou no palácio e todos ficaram encantados com sua beleza. Estava tão bonita que a madrasta e as suas irmãs não a reconheceram.
As mulheres ficaram encantadas com o seu vestido, era o mais belo da festa. 
O príncipe que até então não havia encontrado nenhuma moça que o tivesse agradado, ficou encantado ao vê-la. Quis dançar somente com Cinderela. 

Os dois dançaram a noite toda, deixando as moças da festa com muita inveja de daquela desconhecida. 
Cinderela estava tão feliz que não percebeu o tempo passar. Quando olhou para o grande relógio no salão, viu que faltavam poucos minutos para a meia noite. 
Antes que terminasse o encanto, Cinderela foi embora correndo, desceu as escadas com tanta pressa que perdeu um sapatinho de cristal. 

O príncipe, que estava apaixonado por Cinderela, saiu correndo atrás da jovem mas não conseguiu alcança-la. Encontrou o seu sapatinho de cristal na escada e o guardou. 
No dia seguinte, o príncipe que não sabia nem ao menos o nome de sua amada, mandou que seu pajem a procurasse pelo reino, a moça cujo pé coubesse naquele sapatinho.
O pajem procurou por todo o reino, mas nenhuma moça tinha um pé tão pequeno que coubesse naquele sapatinho. 
Quando chegou na casa de Cinderela, provou o sapatinho nas suas irmãs, mas os pés delas eram grandes demais. 
Como o sapato era pequeno, por mais que as irmãs tentassem, não servia. 
Ele estava indo embora quando viu Cinderela varrendo um cômodo da casa. Após muito insistir ele conseguiu fazê-la provar o sapatinho. 

Quando a madrasta e as irmãs viram Cinderela calçar o sapatinho ficaram surpresas. Ele serviu perfeitamente em seu pequeno pézinho. 
Ele a levou para o castelo ao encontro do príncipe. 
No dia seguinte, Cinderela casou-se com o príncipe e houve festa em todo o reino. 
Agora, Cinderela era amada e os dois foram muito felizes. 

FIM


A História dos 3 porquinhos

Nosso 2º dia de apresentação das Hsitorinhas Infantis, foi a divertida hisotria dos 3 porquinhos....E pelo visto, foi a que nosso "público" mais gostou!Arrancamos de cada criança boas risadas e um grande ensinamento....Vou justificar mais abaixo pra vocês!

Numa bonita casa de campo viviam 3 porquinhos: Quando não iam à escola, ficavam a brincar felizes e despreocupados no campo.
Ao escurecer, voltavam cansados e satisfeitos.
Em casa esperava-os a sua avozinha, que lhes preparava grandes bolos com natas e morangos.
Um dia, o mais pequeno, propôs: «Agora que já somos grandes, podemos construir uma casa só para nós e viver sozinhos! Cada um construirá a sua, a seu gosto.
Ele não se queria cansar muito, pelo que considerou que bastariam uns tantos ramos...
 E 2º, pelo contrário, pensou que uma cabana de madeira seria suficientemente confortável e resistente e que não teria de trabalhar demasiado para a construir.
Prático queria uma casinha como a da avozinha. Por isso, carregou o carrinho de mão várias vezes com tijolos e cimento e pôs-se a trabalhar com muito afinco.
- Assim estarei resguardado do lobo, que de vez em quando sai do bosque.
De facto, veio o lobo e bateu na casinha de palha: Truz! Truz! Truz!
- Quem é? – Um amigo... abre!
- respondeu o lobo lambendo-se.
- Não! És o lobo mau e não te vou abrir a porta!
- Ai sim?! – Rosnou o lobo rangendo os dentes.
- Vê então como abro a tua porta! – E de um sopro varreu a cabaninha fazendo rolar para bem longe o porquinho.
Enquanto o porquinho escapava, o lobo foi bater à porta do 2º porquinho.
- Abre, não te farei mal!
Ele também não quis abrir, mas um par de sopros foram suficientes para destruir a sua casinha.
Muito esfomeado, o lobo bateu à porta da casa do Prático.
- Vai-te embora, lobão! – Respondeu-lhe o porquinho.
Desta vez, o lobo soprou e soprou muitas vezes, mas a casinha, construída com cimento e tijolos era demasiado sólida até para ele.
Por fim, o lobo mau ficou sem forças. Aborrecido, levantou o punho, ameaçando:
- Por agora, deixo-te... mas depressa voltarei!
E vou-te comer de uma só vez.
Quando se fez noite o lobo voltou. Prático ouvi-o a trepar pelo algeroz para subir até ao telhado da casa.
Enquanto se metia pela chaminé, o lobo lambia-se já pensando no jantar à base de porquinho assado. Mas Prático, que tinha uma panela de sopa ao lume, atiçou a chama com toda a lenha que tinha.
O lobo já estava a meio caminho quando começou a cheirar a queimado: era a sua cauda que começava a chamuscar! Saiu pela chaminé e desapareceu uivando.


No dia seguinte, enquanto o pobre lobo, com a cauda entre as patas, continuava a fugir para o mais longe possível, a povoação celebrava a valentia do porquinho sábio e o retorno à tranquilidade.


No final da história, foi explicado, de maneira simples e clara,às crianças, o quão é importante o ânimo e a coragem pelos estudos, pois se formos como os 1º e o 2º porquinho(que só queriam saber de brincar e facilidade...), nunca poderemos construir uma casinha de tijolos.A casinha de tijolos representa nossa vida no sentido dos estudos, da nossa vida pessoal e profissional.Que sejamos sempre sábios pra que nossa "casinha" permaneça sempre de pé!.